Minha lista de blogs

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

DOR


E o dia que se passou, e o sol lindo que deixei de ver, 
meu esconderijo me acolhe e me esconde,afagam minhas lagrimas 
e a rua tão distante, parecendo tão hostil me encolho viajo vasculho minha mente, numa frustrante tentativa ,  de florescer  a inexistente inspiração a vida.

 vida unida e dividida por sentimentos destorcidos , o eterno anti amor, seu frio tão absoluto  me espanta, me aprisiona nas geleiras de sua masmorra,assim como o lírio que ta fora do campo, se desmancha em prantos na solidão do asfalto.
                                              
 Meu quarto inquietante e repulsivo não suporta mais minha presença, as lamurias  se tornaram constantes choros lamentos, passei a odiar esses sentimentos, então continuo trancado ansiando  amar só por amar. 

E no mar do de meu desalento , que o amor venha como ondas sopradas pelo vento, pois a solidão ancorou em meu cais, e a luz de meus olhos esta não existe mais.