Minha lista de blogs

terça-feira, 17 de julho de 2012

TREVAS


NOITES ESCURAS, MEUS OLHOS SÃO LUZES QUE O PASSADO UTILIZOU SEPULTURAS ANONIMAS, VIDAS VIVIDAS EM VÃO, ME DEITO EM MEIO A UM LAGO DE Lama, DO REPUDIO FAÇO MINHA CAMA, MEU LEITO, QUE DELEITO AS LUZES DA SOLIDÃO, CHORA O SANGUE QUE NÃO FOI DERRAMADO, PERMANESSE NO CORPO, INERTE PARADO, INUTIL INSATISFAÇÃO,
NÃO TEMO NEM PEÇO PERDÃO, SE TREVAS QUE ME RODEIAM DEGUSTO A ESCURIÃO.