Minha lista de blogs

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Nosso jardim ficou só



Caminhando, entre o jardim de minha alma, que talvez seja por carma, que tudo perdeu a cor, procurando aromas e sabor, e como um mero sonhador, me perco pelo caminho, e o aroma do anis, tem me deixado sozinho.                     Assim como a flor de lis, não quer mais me acompanhar, me seguro pra não chorar, nesse angustiado destino, em meus lábios eu sinto, o amargo do absinto, que sou obrigado a provar.
Caminhando tento encontrar, o perfume que vem do cedro, de você me faz lembrar, preciso reviver respirar e renascer, é necessário regar a semente, não deixar morrer o sândalo, e como o cristal de tântalo, que tão fino e transparente, sua voz em minha mente, não me deixa te esquecer.
Não aprendi a perder, não sei por que teimo em sofrer por alguém que me deixou, meu cérebro não assimila, que o sonho já acabou tão triste é o amanhã, sem o cheiro da hortelã que você também levou, até nosso lindo pé de romã, angustiado chorou, e de saudade secou, se tudo perdeu o sentido, por esse medo contido, vou fugindo da verdade, impiedoso destino que tamanha crueldade, fez o vento levar emborá, minha doce flor de jade.