Minha lista de blogs

domingo, 11 de março de 2012

destilando a vida


Acúmulos de inveja ,pilhas de ambição, montes de incompreensão , cargas de mentiras, vaidades,maldades no coração,   são  restos, dejetos, extraídos arrancados de uma vida destilada, ali no porão, pertinho de nossa alma, trancafiamos  todo o mal, assim podemos, manter a razão gritar que somos normal.
Devemos manter a porta fechada, pois o porão esta transbordando, e em desespero perguntamos: e o resto onde vamos colocar?  Pois dia a  dia vivemos a destilar,  e deveras...  muito são os detritos que temos que retirar, um grama de pura essência ,pra cada quilo de vida, só um grama no coração, e o restante vai pro porão,  o espaço se tornou escasso, e o medo se faz real, e o mal que outrora trancado,esta forçando o cadeado, tentando se libertar.
E se abrirmos  covas fundas no quintal de nossa alma , e o  mal então soterrar?  Não, só pensar nisso sinto meu corpo arrepiar, pode chover desamores ,  e como sementes daninhas podem vir a germinar, e crescer como capim difícil de arrancar, e como planta parasita, nossa essência vai sugar, e seus frutos venenosos  a morte vai nos levar.
Não temos outra saída, a não ser continuar a destilar, talvez  encontramos  saída ,na vida de outra vida, se aprendermos a amar,  o mal se faz presente a cada segundo do dia, é fera que machuca que fere, e que causa muita dor,  mas temos que resistir com um imenso fervor, pois toda a nossa esperança   esta no mais puro amor.