Minha lista de blogs

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

meu púlpito


Caminhei em folhas mortas, caídas de tristes arvores, fecharam todas as portas, e La fora tão escuro, caminhei cheguei a um muro...um muro de insensatez , e lagrimas uma por vez caiam sem permissão , tentei rabiscar o amor em solo frio e distante, então  vi por um estante minha solidez abalada, minha alma abatida calada no espanto ao desamor, recitei poesia a  flor mas ela me ignorou, e tamanho o descaso ,o vento fingindo acaso me levou longe dali, me escondi me isolei, e novamente chorei, mas fiz desse lugar meu manto meu púlpito sagrado,santo ,meu espírito renasceu, e assim eu viverei todo o dia renascendo, desfibrilando o amor, que no mundo esta morrendo.